KeepCalmDIY TV
fev
26
Como fazer uma Caixa Postal?
por Jessica Belcost
Lifestyle

Fazia tempo que eu queria fazer uma Caixa Postal pra mim, porque com o canal no Youtube e o blog, não precisar passar o próprio endereço pra uma empresa/pessoa, seria muito mais seguro. Além de dar uma cara um pouquinho mais profissional.

Ano passado eu descobri como fazer, mas não tinha nenhuma disponível.
Hoje eu finalmente consegui “comprar” e vou compartilhar com vocês.
É super simples!

Basta que você vá até uma agência dos Correios com um comprovante de residência, RG, CPF e dinheiro!

Eu indico que você ligue antes pra saber se há alguma disponível. Como o valor pra adquirir uma não é alto, geralmente as pessoas pegam por um longo prazo. Então, por exemplo, ano passado não havia nenhuma disponível na agência que eu queria. Mas esse ano tinha! :)

Na minha cidade, aqui em Curitiba, eu paguei R$ 64,00 válido por um ano.
Ou seja, cerca de R$ 5,33 por mês. Pra ter bem mais segurança, valeu super a pena!

Além de eu achar muito fofo quando alguém diz que tem uma Caixa Postal! haha
Deve ser alguma lembrança de quando eu era criança e escutava a Xuxa e Eliana na TV para as pessoas mandarem cartinhas.

Por falar em coisas fofas, gostaram da minha capinha de chave? Uma graça, né?!

 
 
Bem, vamos ao ponto positivo, negativo e curiosidades:
 
Positivo: Segurança, porque você não precisa mais passar seu endereço para as pessoas. Pode dar somente o número da Caixa Postal, CEP e cidade.
Negativo: As correspondências não vão mais chegar no conforto do seu lar. Você vai precisar ir até a agência onde “comprou” sua Caixa Postal pra saber se tem correspondência nova.
Curiosidades: Você recebe uma chave (eu recebi duas) pra abrir sua caixa. No caso da minha, não é de fato uma “caixa”, ela tem um furo na parte de trás. Você pode receber não somente cartas, mas encomendas grandes também. Essas obviamente não ficarão dentro da caixa. Vão ficar em um local dentro da agência e você deve receber um aviso de que tem essa encomenda te esperando.
Gostaram da dica?! :)
Jessica | Caixa Postal 21512 | CEP 80250980 Curitiba – PR CEP 80420982 Curitiba
 
 
Tags: caixa postal, correios, dica, Girly,
Siga-me nas redes sociais!
fev
03
Tips

Mas afinal, o que é um Mídia Kit e por que eu preciso de um?

Como todos sabem, eu tenho um canal no Youtube (aqui) e esse blog. Por isso, vou me focar mais nessas duas “mídias sociais” pra explicar o porquê de ter um Mídia Kit ser algo essencial.

Não é tão fácil encontrarmos blogueiras da área falando sobre assuntos que fariam com que a competitividade de certa forma aumentasse.

No momento em que eu te ajudo a melhorar, supostamente, eu estaria te ajudando a conseguir um parceiro que poderia estar comigo, certo? Certo!
Mas se você não encontrar essa informação no meu blog, pode encontrar em outros.
Então, por que não te ajudar? Eu ajudo sim!

Vamos lá! Mídia Kit é como se fosse uma vitrine do que você quer mostrar (de bom, é claro) para conseguir bons parceiros e, consequentemente, bons frutos dinheiro para o seu blog ou canal no Youtube.

Quando você gosta de uma empresa e quer tentar uma parceria, você pode entrar em contato por e-mail e enviar seu Midia Kit. Ou pode esperar que a empresa entre em contato com você e te peça ele.

Essa “vitrine” deve estar sempre atualizada, já que os dados costumam variar.

No meu, em específico, eu menciono o número de inscritos que tenho no Youtube e as visualizações mensais. Além das visualizações diárias e mensais no meu blog, número de likes (curtidas) no facebook, instagram, vlog…

E junto de cada dado, tem um printscreen (foto) comprovando a veracidade do que estou dizendo.

Algumas empresas gostam que já tenha preço no Midia Kit pra que elas possam escolher que opção querem. Se um banner, um post, sorteio, etc.
Eu não gosto de colocar valores no meu pelo simples fato de que, assim como muita gente, não sei exatamente quanto cobrar. Então, eu vario o valor conforme o número de visualizações do mês anterior.

Um fato interessante que me aconteceu esses dias, foi uma pessoa que me enviou um e-mail pedindo meu Mídia Kit, mas sem grandes explicações na mensagem.
Eu havia escrito toda a resposta, até que resolvi checar o e-mail de envio. Adivinhem só?!

Era um e-mail com apelido de uma pessoa. É claro que eu não enviei e pedi mais informações.
Nós devemos prestar atenção para quem vamos enviar nossos dados.
Podia ser que fosse realmente uma pessoa de uma empresa, mas aí entra o fato que já comentei em um vídeo, “ter um domínio” e fazer um e-mail com o nome do seu site. Isso passa muito mais confiança!

Como o e-mail não tinha uma cara “profissional” pra mim, isso só me fez pensar que seria uma pessoa querendo ver meu Mídia Kit, matar a curiosidade sobre meus dados e saber quanto um banner custa por aqui. desconfiada

Eu já gravei um vídeo contando quanto dinheiro uma guru no Youtube ganha e dando algumas dicas para blogueiros.
Para assistir, você pode clicar aqui.

Nesse vídeo eu até menciono como estava feliz em ter quase 90 mil acessos mensais no blog.
Hoje eu posso dizer que estou duplamente feliz, já que os acessos são o dobro disso.
Muito obrigada a todos que gastam um tempinho passando aqui pelo KPD! 
Tudo por aqui é feito com muito carinho :)

Também já contei minha sincera opinião sobre as pessoas que acham que é “fácil” ter um blog.
Você pode ler clicando aqui.

E recentemente, um texto que me ajudou foi o “Dicas pra montar o seu Mídia Kit” lá no Fashion Sul.
A Debora Santos disse para colocarmos os comentários legais que recebemos, nessa nossa “vitrine”.
Eu nunca tinha pensado nisso! Às vezes eu gravo alguns, pra ter como recordação, mas nunca achei que pudessem ser importantes pra uma empresa.

Eu continuo não sendo a pessoa mais indicada pra falar sobre valores de banners e muito menos de publiposts, mas o pessoal do FS pode te ajudar.
Para ler as dicas, clique aqui.

Ah, não esqueça de deixar um  ao lado do KeepCalmDIY! :D
Aqui.

Bem, na minha opinião, um blog ou canal no Youtube não devem ser resumidos somente com o pensamento de “ganhar dinheiro”. Isso não é algo tão fácil e você poderia acabar se decepcionando.
Eu prefiro continuar pensando que meus canais são um trabalho que eu gosto de ter, sendo remunerado ou voluntário!

Tags: dicas, dicas para blog, Girly, mídia kit, sos blogger,
Siga-me nas redes sociais!
dez
22
Quero ter um blog! E agora?
por Jessica Belcost
Tips
Oi pessoal, voçes já pençaram se no meu post tivecem erros de portugês assim?!
 
Pois é, muitos blogueiros cometem erros deste nível para cima. 

Desde que lancei meu vídeo no Youtube sobre “Como conseguir parceiros, dicas para blogueiros, quanto uma guru ganha…” eu tenho recebido muitos comentários de pessoas querendo fazer um blog. Como se fosse algo simples e ponto.

 
De fato, se o que você quer é somente um espaço para compartilhar assuntos copiados de outros blogs ou mesmo da sua vida cotidiana para seus amigos, sem grandes preocupações com a escrita, sem problemas.
Então, o post de hoje acaba aqui para você. Obrigada pela visita!

Agora, se você já está preparada para ler um ponto de vista sincero e direto como o meu, continue.


Eu, no momento em que estou lendo um texto e encontro um grave erro de português, e me refiro a palavras usadas no dia a dia, não ao emprego de vírgulas ou outras normas cultas. Até porque, eu mesma, apesar de gostar muito de português, não sou formada na área, tampouco uma pessoa perfeita.
Mas continuando o que eu estava dizendo:
No momento em que encontro um erro grave de português, seja em um blog, especialmente em um blog, eu paro de ler e dificilmente retorno ao blog.
 
Cansei de tentar compreender a dificuldade que algumas pessoas têm ao usar “mas” e “mais”, por exemplo.
Eu vou tentar explicar de forma simples!
Quando estiver na dúvida quanto ao uso de MAS ou de MAIS você pode pensar que o “mais” é para “quantidade”.

Por exemplo: “Eu quero mais respeito.”

Já quando você pensar em usar “mas” troque-o por “porém”.
Se a frase continuar com nexo, “mas” pode ser usado.

Eu pedi respeito, mas ninguém me ouviu.
Eu pedi respeito, porém ninguém me ouviu.

Você, que tinha essa dúvida, entendeu agora?! :)
Agora todos querem ter um blog e eu acho ótimo que muitas pessoas queiram compartilhar seus momentos, suas dicas, ajudar outras pessoas… Afinal, eu mesma faço isso e adoro! É um ótimo passatempo e não quero desmotivá-la, caso seja o seu caso. Pelo contrário, quero ajudá-la a melhorar!
A grande questão é:
Você quer fazer isso por um mero hobby ou quer levar isso a sério?
Se você quer levar a sério, assim como eu, o MÍNIMO que você deve saber é escrever “bem”.
Se você não tem um bom domínio da sua língua nativa, então por que não tenta fazer um blog apenas com fotos?!
Mas você não tem uma câmera boa?
Bem, existem milhares de programas de edição que podem te ajudar!
Você não sabe mexer em nenhum?
Então me desculpe, mas se você não sabe escrever corretamente, não tem uma câmera “boa” e nem sabe editar fotos “ruins”, talvez seja hora de esperar um pouco antes de criar um blog.
Já pensou que pode ser essa a razão de ter tão poucos seguidores no seu blog e ele nunca crescer?!
Sei que posso parecer rude nessa postagem, mas alguém precisa ser.
Quem me conhece pessoalmente ou me acompanha pela internet, sabe que eu gosto mesmo é de falar aquilo que todo mundo quer ou precisa ouvir, mas ninguém diz.
“Gosto é opinião.”
O que é bonito para mim pode não ser para você e o que é bonito para você pode não ser para mim e isso não está em questão.
Calma! Seu sonho é realmente ter um blog? Então não desista ainda…

Supondo que você queira de fato ter um blog e levá-lo a sério, comece prestando atenção na forma como escreve.

Depois, compre uma máquina fotográfica, que não precisa ser a mais cara, apenas não pode tirar fotos com qualidade ruim.
Se quiser, faça um curso de fotografia, mas praticar sozinho e verificar os ângulos que você acha mais bonitos e, aos poucos, aprender sobre iluminação, pode sair bem mais barato.
Estude. Estudar não é chato quando gostamos do que fazemos.
Qualquer curso que você faça, ligado ao tema do seu blog, será um “up” para você e seus leitores.
Não, você não precisa ter qualquer formação superior para ter um blog ou mesmo ser maior de idade, caso seus pais aprovem a ideia.
Há blogueiras e blogueiras.
Por exemplo, para fazer um simples post de tutorial como o “Rainbow nail” (este) eu levei cerca de 4 horas. Sim, por um único post que “servirá para apenas um dia”, uma vez que no dia seguinte deve haver um novo. E este não foi o mais demorado…
Mas não é só isso, existem ainda os e-mails de contatos profissionais para responder e também os de leitores.
Além de atualizar todas as outras redes sociais. Diariamente.
Sim. Ser blogueiro é um trabalho!
Não aquele blogueiro que nada faz além de copiar conteúdo alheio, é claro.
Mas aquele que leva seu trabalho a sério. Que tem um compromisso consigo mesmo e seus leitores.
 
Por exemplo, quem cuida de tudo relacionado ao meu blog e meu canal no Youtube, atualmente, sou eu.
E tenho também uma vida pessoal que exige atenção. 

Por isso, não consigo postar conteúdo diariamente, como gostaria, mas tento manter da forma mais “profissional” possível. E isso já me toma muito tempo, apesar de ser algo que eu goste de fazer!
É por gostar do que faço, que busco crescer. Por exemplo, o layout deste blog não condiz mais com as necessidades atuais dele e ano que vem mudará. Para que fique melhor para mim e também para quem gosta de visitar o KPD. :)
A cada dia surgem milhares de blogs. Basta procurarmos um pouco no Google que encontramos MUITOS!
Mas aos poucos alguns vão desaparecendo. Por quê?
Simples. Tratavam-se de meros hobbies online.
Apenas permanecem aqueles cujos donos levam seu trabalho a sério.
Se eu continuarei com o meu para sempre? Quem sabe? Eu não sei!
Quem sou eu para ditar o que é certo ou errado? Apenas alguém que provavelmente terá cometido algum erro nesse gigante texto, aos olhos de algum estudioso.
Busque sempre dar o seu melhor e não desista dos seus sonhos!
Espero ter ajudado e boa sorte!!

Tags: dicas, Girly, quero ter um blog, sos blogger, ter ou não um blog,
Siga-me nas redes sociais!
out
10
Dica: Filtros nas fotos!
por Jessica Belcost
Tips
Hoje a dica é pra você que adora fotos bonitas, mas não sabe mexer bem em nenhum programa de edição.
Ontem eu descobri um site online (gratuito) que faz vários efeitos bem legais nas fotos!
É super fácil de mexer e tem uma grande variedade de filtros pra você personalizar suas imagens.
Quando você entrar no site e clicar nos ícones, irá encontrar isso:
Basta se jogar nos efeitos e montar do jeito que mais gostar!
Depois é só gravar no seu computador.
 
Essa imagem eu coloquei ontem lá na Fanpage porque percebi que já está com mais de 3.000 curtidas! (Se você ainda não curtiu, clique aqui)
Esses são só alguns exemplos. No site você pode fazer muito mais.
E aí, gostaram da dica? :)Conheça o site:
http://pixlr.com/o-matic

Tags: como fazer, dica, efeitos, filtros nas fotos, Girly,
Siga-me nas redes sociais!
ago
20
DIY
Essas são algumas perguntas que já recebi lá no meu canal no Youtube algumas vezes:

– Que câmera você usa?
– Qual programa de edição?

Hoje vou contar pra vocês tudo em detalhes! ;)
(continue lendo)

Lá no ano passado, os meus primeiros vídeos eram gravados com o meu iPhone e editados com um aplicativo do iMovie no próprio celular. Isso mesmo!
Por incrível que possa parecer, não era demorado pra editar, até porque eu não fazia grandes edições.

A partir deste ano meus vídeos começaram a ser gravados com a câmera Canon T3i, que já veio com uma lente 18-135mm e recentemente adquiri uma lente de 50mm.

Eu acho a imagem tanto para foto como para vídeo excelente!
Tem um estilo de filmagem profissional mesmo. Além de outras funções, a câmera possui um visor giratório, então você pode ficar se vendo enquanto grava.
O único problema da câmera é o fato do foco não voltar de imediato caso você aproxime um objeto e depois vá para longe. Se você estiver com alguém mexendo pra você, é possível mudar o foco.

(Na verdade mesmo essa câmera e lente são do meu namorado e ele me empresta. Preciso ter uma pra chamar de minha! kk)

Agora eu edito os vídeos mais normais no iMovie pelo Macbook e os mais elaborados, como o “DIY Peter Pan Collars“, “DIY Easy Ring Holder“, “DIY Cream Eyeliner” com o Final Cut Pro.
O iMovie é mais básico que o Final Cut e tem funções que para um iniciante, quebram um bom galho.
Já é bem melhor que o Movie Maker, por exemplo.

Eu considero tanto o iMovie como o Final Cut fáceis de mexer pra quem gosta de editar.

Se você não tem noção alguma de edição, procure tutoriais pelo Youtube, eles devem ajudar.
Quando eu estou editando sozinha pelo Final Cut, que é um software profissional de edição de vídeos, eu acabo tendo que pedir ajuda ao namo pra fazer algumas coisas, mas isso é só uma questão de costume e usar mais o programa até dominar tudo.
Eu gosto de gravar sempre de frente a alguma janela pra ter a luz natural do dia, eu acho que assim a iluminação fica mais bonita.
Mas hoje nós também usamos uma luz que pode ser fixada na própria câmera, ela não é das mais fortes, mas ajuda bastante.
Usamos também um tripé e em ambientes externos um microfone.
(Por sinal no meu último vídeo – AQUI – o som deu problema justamente por causa dele).
O microfone que eu uso é um baratinho, acho que custou uns R$ 18,00 e ele é mais utilizado em computadores.A próxima compra provavelmente será um bom microfone…
Bem, alguns meses atrás eu comprei uma câmera pequena pra mim porque além de estar num bom preço, parecia uma boa compra, até porque eu não tinha nenhuma câmera menor.
Comprei a Sony DSC-HX9. Ela filma em Full HD, tem um ótimo zoom e a qualidade das fotos até que é legal.Mas não me adaptei muito ainda em gravar vídeos para meu canal no Youtube com ela porque o visor é fixo, então isso acaba dificultando.
Talvez eu devesse ter esperado viajar pra comprar uma profissional, mas uma câmera pequena sempre é útil por ser mais fácil de carregar na bolsa.
E é isso!
Espero que tenha sido útil. Qualquer dúvida, é só me deixar nos comentários que eu respondo! ;)
Se você ainda não conhece meu canal, inscreva-se aqui!Update:
Clique AQUI para assistir ao vídeo em que mostro como tudo é feito.
Tags: atrás da câmera, behind the scenes, como gravar vídeos, Final Cut Pro, Girly, iMovie, Macbook, Movie Maker, programa edição, Sony dsc-hx9, T3i, vídeos, youtube,
Siga-me nas redes sociais!
jul
24
Lifestyle

Eu encontrei um site que mostra quanto uma pessoa que faz vídeos para o Youtube ganha e quero compartilhar porque depois que “entrei pro mundo do YT” (conheça aqui) descobri que algumas meninas conseguiam até se sustentar pelos vídeos que postavam.

Meninas como as famosas Blair, Elle e Michelle Phan por exemplo, tornaram-se além de famosas no Youtube, aparentemente muito bem remuneradas!

No Brasil também temos algumas meninas com bastante visualizações, inscritos, meninas mostrando suas novas aquisições e fãs enlouquecidos querendo saber quanto elas ganham e como conseguem tanto dinheiro.

Bem, ter um canal no Youtube e possuir um blog já deixaram de ser mera brincadeira e apenas hobby faz tempo!
Atualmente muitas meninas realmente vivem disso eu não.
Vou também fazer uma continha básica com vocês.
(continue lendo)

Quem vê de fora, mas não faz vídeos, pode pensar:
“Ai, ela só liga a câmera, começa a mostrar essas coisas, bota no Youtube e consegue ganhar grana!”
Mas o que talvez elas não saibam é que para que exista aquele vídeo, algumas vezes, que não tem nem 6 minutos, teve todo um trabalho antes!
Parece simples por ser um trabalho gostoso por quem faz, mas também dá trabalho.
Não tanto quanto algum outro? Pode ser! Mas não vamos tirar o mérito das Gurus…
Afinal, são poucas as que conseguem ser bem remuneradas financeiramente. O que mais tem no Youtube são vídeos de meninas mostrando suas coisas ou fazendo tutoriais de maquiagem com menos de 200 visualizações por vídeo. Então pense que para alguém ter chegado em 50 mil ou 500 mil em um vídeo precisou de muito conteúdo ou de muito carisma!
Ou talvez de um pouco de conteúdo, carisma, sorte e trabalho?!
Antes de postar um vídeo é preciso ter um assunto pra falar, conseguir os materiais para o vídeo, se arrumar, tem que arrumar a posição da câmera e da luz, tem que filmar, tem que editar o vídeo, mandar para o Youtube, tem que fazer a descrição do vídeo… E aí pra quem está bem lá no comecinho, tem que divulgar…
Ah, claro, depois ainda tem que guardar todo o material se não quiser viver numa bagunça eterna e responder os comentários! ;)
A maioria das pessoas, sejam elas Gurus ou Youtubers, se não pensam efetivamente em passar algum conteúdo interessante pra alguém, querem ao menos enquanto compartilham algo que gostam, entreter a vida de outra pessoa, que possa naquele momento em que assiste, deixar os problemas cotidianos de lado, assim como quando assistem a um filme, um seriado, programa de TV, novela…
Mas bem, voltando ao interesse anterior, quanto uma guru ganha?!
Pelo simples motivo social de que ninguém precisa ficar contando ao mundo quanto ganha e correr o risco de ser sequestrado ou mais odiado/invejado, tem também o lado de algumas pessoas talvez não poderem falar por alguma regra em um contrato que assinou.
Em geral, pelo Youtube, ganha-se pelo Adsense. Centavos por cliques nas propagandas dos vídeos e isso varia muito. Pode ser R$ 0,05 ou até mesmo mais de R$ 1,00 por clique.
Algumas mais famosas também podem ganhar para falar de algum produto ou fazer uma maquiagem especialmente para uma marca ou loja.
Digamos que quanto mais visualizações você tem, mais você ganha.

Continha básica:
Como exemplo, pense em U$ 2,00 (dólares) a cada mil visualizacões (esse é um valor que pode variar).
Então se a pessoa teve 2 mil visualizações, ela ganhará U$ 4,00 (cerca de R$ 8,00) com aquele vídeo…
Se ela teve 20 mil visualizações, ela ganhará U$ 40,00 (cerca de R$ 80,00) com aquele vídeo…
Se ela teve 200 mil, ela ganhará U$ 400,00 (cerca de R$ 800,00) com aquele vídeo e assim por diante.

Lembre-se que esse é um valor estimado por um vídeo, mas por exemplo, se a pessoa tiver outros 100 vídeos no canal, obviamente ela ganhará mais…

Então suponha que uma pessoa tem 100 mil visualizações por vídeo e postou 4 num mês, são 400 mil + um chute de uns 100 mil dos vídeos antigos, daria no total 500 mil visualizações mensais.
Com isso, pensando na média de U$ 2,00 a cada mil visualizações, a pessoa ganharia:
U$ 1.000,00 (cerca de 2 mil reais por mês) postando vídeos no Youtube.

Eu nunca encontrei em outro site uma bomba um post falando assim tão detalhadamente, então sinta-se privilegiado espero que gostem! haha

É claro que este é apenas um valor estimado mas possível, já que alguns vídeos por terem certas músicas não podem ser monetizados.

Eu resolvi fazer o post porque acabei encontrando alguns tópicos que não lia há muito tempo (em inglês) questionando quanto as gurus ganham e vez ou outra também acabo lendo em alguns comentários em vídeos/blogs, perguntas como esta.
Em um dos tópicos, uma pessoa postou um site que mostra uma média de quanto uma pessoa que faz vídeos para o Youtube ganha.

Então, você, pessoa curiosa como eu, basta colocar o nick do seu Youtuber/Guru no espaço indicado:

Check Anyone’s YouTube Stats

O valor aparecerá em: Estimated Earnings

Infelizmente eu não posso afirmar a veracidade, já que colocando o meu, apareceu que sou pobrinha e não ganho nada! haha

Vai ver ele só mostra das grandes, porque eu coloquei alguns nomes ali e deu “certo”! kkk

Alguns exemplos reais de pessoas que fazem sucesso pelo youtube, em entrevistas para a Revista Galileu: (Pela idade das pessoas na entrevista, eu imagino que seja de 2010. O normal é que as visualizações, inscritos e os ganhos aumentem com o tempo)

– MysteryGuitarMan: “Joe, que é proibido por contrato de falar exatamente quanto ganha, diz que sua renda mensal varia entre US$ 10 mil e US$ 20 mil (dólares).”

– Não Faz Sentido (Felipe Neto): “Só com os cliques em seu canal de vídeo, Felipe, que já tem assessor de imprensa, fatura cerca de US$ 3 mil (dólares) por mês.”


E aí, se animou pra botar em prática as suas habilidades e postar no Youtube?!




http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,ERT166318-17773,00.html
Tags: adsense, blog, canal, dinheiro, ganto ganha youtube guru, Girly, how much they make, partners, vlog,
Siga-me nas redes sociais!
maio
02
Tips

O famoso pôster motivacional produzido pelo governo britânico: “Keep calm and carry on” – algo como “mantenha a calma e siga em frente” – virou um queridinho entre várias pessoas no mundo todo.

Inspirada pela frase, nasceu o nome desse blog: Keep calm and do it yourself. Pensado naquela situação em que vemos algo super legal, mas não temos grana ou simplesmente gostaríamos nós mesmos de conseguir fazer, então, basta “ter calma e fazer você mesmo”.

Se você por qualquer motivo também gosta e quer criar o seu próprio pôster, conheça o site que deixa você fazer isso online, de maneira super fácil!

Clique aqui e abuse da sua criatividade para fazer o seu.
Abaixo está o que eu fiz…

Tags: Girly, pôster,
Siga-me nas redes sociais!
abr
25
DIY

Acabei de descobrir uma coisa muito legal!

Super dica pra quem tem blog há pouco tempo como eu e ainda está descobrindo como tudo funciona…

Você quer fazer um banner pra dar aos outros blogueiros com o nome do seu blog ou divulgar sua loja, mas não sabe como, afinal ele precisa ter um código HTML (em geral) e isso seria difícil de fazer né?!

Não se você usar esse site:
http://www.mybannermaker.com

Ele é simples de mexer e você consegue selecionar o tamanho, o fundo, letra…
E ele faz tudo isso ONLINE, ou seja, você não precisa baixar nenhum programa, nem pagar qualquer coisa!

No final do seu banner vai ficar aparecendo o site em que ele foi feito, mas nada mais justo diante de tanta facilidade, não é?!

Acabei de descobrir procurando como inserir um banner no blog e achei uma dica muito válida de ser divulgada!

O meu já está aqui ao lado pra que as lojas saibam que o espaço está livre, esperando por elas… kkk

Bom finalzinho de quarta pra todos!

Tags: dica,
Siga-me nas redes sociais!
abr
17
DIY

Você quer ter um site ou transformar seu blog num site, mas acha que é muito complicado e vai precisar de um profissional da área?
Você está enganado!

Seguindo a proposta que eu tanto adoro, vou mostrar como fazer isso sozinho, como eu mesma fiz, aqui mesmo pra criar este meu espaço.
Eu queria um blog, mas já queria começar ele “.com”, não apenas pra que ficasse com uma cara “mais profissional”, mas também porque eu acho bem mais fácil para as pessoas gravarem o nome quando o final não tem, por exemplo, “.blogspot.com”.

Pesquisei, pesquisei… E encontrei uma forma MUITO fácil!
Nada de pagar R$ 40,00 ao ano e daí pagar todo mês R$39,00…
Esqueçam isso! Ao menos enquanto seu blog não for o mais acessado do mundo você só vai precisar gastar U$ 10,00 uma vez por ano e nada a mais por mês.

Eu não sou formada em nada ligado à internet, computadores… Então vou tentar explicar com as minhas palavras. Inclusive eu acho que assim pode ficar até mais fácil pra quem entende tanto ou menos  quanto eu né?

Então vamos lá!

Antes de qualquer coisa você precisa inventar um nome e fazer um blog. Aqui vou citar como exemplo o blogspot que foi o lugar onde eu criei, através do www.blogger.com que é gratuito.
Agora que você já tem um endereço na internet, por exemplo, no meu caso eu criei:
www.keepcalmdiy.blogspot.com você pode transformar ele para “.com”, “.com.br”, “.net”…. da seguinte forma:
 
– Entre no painel do seu Blog
– Clique em Editar postagens
– Clique em Configurações
– Clique em Publicação
Neste momento, você vai encontrar o seguinte quadro:

Clique em Precisa de um domínio? Compre um agora!

[o próprio blogger disponibiliza a opção para você comprar seu domínio (.com, .com.br…) facilitando a vida de todo mundo.]

Após clicar, aparecerá:

Pronto! Escolha um nome (que não precisa ser o mesmo que você colocou no seu blogspot.com) verifique se está disponível, escolha o modo de pagamento e preencha o cadastro que aparecerá em seguida!

Eu paguei pelo cartão de crédito internacional.

Depois de pagar eu recebi este email:

Algumas horas depois meu domínio (www.keepcalmdiy.com) já estava funcionando!

Então, fui até o www.blogger.com e entrei no meu painel, editar postagens, configurações, publicação e selecionei:
 

Agora é só escolher o seu template/layout.
Se você não entende muito, não escolha um que você precise editar as coisas pelo HTML (aquele monte de letrinhas juntas com algumas palavras no meio), procure um simples.

Você encontra vários gratuitos neste site:
http://btemplates.com/ E aí é só personalizar ao seu gosto e pesquisar na internet o que tiver dúvida.

As postagens você pode fazer através do blogger mesmo, você continua postando como se fosse no seu blog, mas tudo vai para aquele endereço novo que você criou. Sem complicação!

O básico é isso!
Claro que sites super elaborados precisam de uma ajuda profissional, mas se você não precisa ou não quer algo tão complexo, não deixe de tentar fazer por medo de não conseguir.

O logotipo do meu blog (essa parte aqui em cima escrito KEEP CALM AND Do it Yoursefl) foi desenvolvido por mim e pelo meu namorado que é publicitário: [email protected] e o layout e tudo mais que está no blog foi feito por mim.

Peguei um layout neste site que mencionei acima e adaptei ele todo do jeito que eu queria.

Agora que você já sabe como criar um blog/site, bora fazer um?!

;)

Tags:
Siga-me nas redes sociais!
Sobre
Jessica Belcost
Último Vídeo

@Jessicabelcost

Publicidade

vitaclin banner

Caixa Postal
Número: 21 512
CEP: 80420982
CURITIBA-PR

LINK O KEEP CALM EM SEU SITE

Youtube Facebook Pinterest Instagram Vlog 
PARA UTILIZAÇÃO DA IMAGEM, DÚVIDAS OU APONTAMENTOS ENTRE EM CONTATO CONOSCO ATRAVÉS DO E-MAIL [email protected] © 2014 - Todos os direitos reservados - KEEP CALM AND DIY