KeepCalmDIY TV
out
02
Estados Unidos

Esse é mais um daqueles posts pessoais, em que eu escrevo mais pra guardar uma recordação pra mim mesma do que qualquer outra coisa.
Mas caso você goste, sinta-se à vontade pra ler.
Trata-se do meu relato de intercâmbio de trabalho nos Estados Unidos.

Eu estava relembrando como eu fui “vida loka” quando morei em Miami, caramba!!

Coisas que não sei se teria coragem de fazer novamente… E olha que eu nem fiz tantas coisas assim.

Bem, no ano de 2008 pra 2009 eu fiz um intercâmbio de trabalho chamado “Work Experience” e escolhi a opção de conseguir o trabalho por conta própria mesmo, afinal, a minha agência de intercâmbios queria que eu fosse trabalhar de camareira.

Não tenho preconceito algum com a profissão! Mas eu sinceramente achei que podia conseguir algo por conta própria já que iria “pagar pra trabalhar”. Afinal, um intercâmbio custa caro!

No Brasil eu já fiz pequenas coisas como modelo. Então já aqui do Brasil, eu fui atrás! Entrava no www.craiglist.com e mandava meu currículo com fotos pra várias pessoas que anunciavam.
Desse jeito, eu já sai do Brasil com um contrato assinado de um trabalho que não legalizava o meu visto J1 (trabalho temporário) mas que já me garantia uns U$180,00 dólares por apenas um dia de trabalho.Eu trabalharia numa grande feira de automóveis em South Beach, lugar onde morei.

Eu diria que Miami é o lugar onde “os sonhos podem se realizar”.

No craiglist diariamente eram postados trabalhos e eu mandava e-mails todos os dias.
Mesmo na época da crise nos Estados Unidos, eu recebia cerca de 5 ligações diárias para trabalhos. O grande problema era que o meu inglês era péssimo, então eu geralmente os perdia depois de atender ao telefone! kk
Eu podia ter voltado rica

De qualquer forma, para mulher que tinha um bom inglês, era muito fácil conseguir trabalhos como hostess em restaurantes e baladas, por exemplo. E você era contratada no mesmo dia, sem qualquer grande burocracia.

Quem assinou minha “Job Offer” (pra legalizar o visto de trabalho) acabou sendo o dono de um restaurante no qual eu fui fazer um comercial.
Depois de estar tranquila, sabendo que não precisaria mais voltar para o Brasil antes do prazo, eu pude trabalhar como promotora em alguns eventos.

Eu trabalhava apenas alguns dias durante a semana e já ganhava mais do que uma camareira ou um garçom (empregos que as agências brasileiras de intercâmbio geralmente nos oferecem).

O menor salário que eu ganhei lá foi U$ 8,00 a hora e o maior foi U$ 50,00 a hora.
Eu sempre recebia o dinheiro no final do trabalho. Adoro

Eu morei exatamente em South Beach, a apenas 2 quadras do mar e me locomovia por lá por meros U$0,25 em um ônibus ótimo.  Mas apesar de morar na rua das baladas, eu não fui em nenhuma. fail
Em Miami só era permitido entrar em uma balada os maiores de 21 anos e quando eu completei essa idade, quem não podia era meu namorado, que é um mês mais novo.

Então, por que eu disse que fui vida louca?!

Bem, o meu inglês era péssimo (e melhorou com a viagem), mas lá quando eu não entendia ninguém, sempre tinha alguém que falava espanhol, ou nem sempre…

A primeira coisa mais louca que fiz foi fazer uma figuração em um comercial que o local da gravação ficava super longe.

Ficava mais de 40km de onde eu morava e eu fechei com um taxista por U$ 30,00 já que eu ganharia uns U$ 250,00 pelo trabalho, o valor do táxi não seria problema.
A questão que eu fiquei imaginando hoje foi a seguinte…

Eu fui do outro lado de Miami, sem falar inglês direito, fazer uma figuração com pessoas estranhas e sozinha!
Imagine se me perco, se não consigo voltar….

Depois disso um outro trabalho “perigoso” que fiz foi uma recepção em uma festa, numa outra ilha, de noite… (neste que eu ganhei U$ 50,00 a hora). Estávamos em umas 4 meninas. Aqui no Brasil, com a cultura que temos, essas meninas talvez tivessem outra função, né? Pois lá não. Ao menos não nessa festa.
Era apenas o aniversário de uma pessoa e ele contratou as meninas para recepcionar, garçons, buffet…
Minha única função era desejar uma boa festa aos convidados.

Mas hoje, mais uma vez, eu fiquei pensando…
Eu fui de noite, pra uma outra ilha, sem falar inglês direito, na casa de alguém e sozinha…

Uma outra aventura que tive (esta o namorado me acompanhou) foi quando fiz figuração em um comercial em um clube de golfe, mas pra chegar até lá, como não tínhamos carro, tivemos que pegar cerca de 4 ou 5 ônibus…

Aliás, falando em ônibus, acho que nunca me senti tão deslocada como quando fomos de ônibus ao cassino, que ficava super longe.
Conhecemos o “gueto” nesse momento (mais uma vez, sem qualquer preconceito empregado).

Em um dos ônibus que pegamos, eu e meu namorado éramos praticamente os únicos sem armas… Nós ficamos bem quietinhos, acho que não seria legal algumas pessoas alteradas no ônibus ouvindo uma voz estrangeira…

Foi tenso chegar até esse cassino… Muitos ônibus, paradas em lugares desertos e perigosos e todo o dinheiro que ganhamos lá, gastamos em um táxi para voltar, já que descobrimos somente na volta, que não tinha mais nenhum ônibus circulando pela região.

Em South Beach o perigoso não era andar de madrugada, já que estava sempre cheio, o perigoso era de manhã, quando estava tudo vazio e as únicas pessoas acordadas eram os mendigos louquinhos que ficavam conversando e brigando sozinhos no meio da rua.

Aliás, todos eram muito mais “libertos” em Miami.
As pessoas cantavam alto nas ruas, vestiam-se como bem queriam… E tudo isso era encarado de uma forma muito natural.

Por sinal, acho que puxar papo com desconhecidos também devia ser, porque o que teve de gente vindo conversar comigo…
Além da “falta de respeito” dos caras sarados de lá, que mexiam com você mesmo acompanhada. Solteiras fazem a festa!
As mulheres também não se importavam de te elogiar alto, uma delas até falou do meu cabelo no meio da rua… (que na época era enorme e castanho).

Ferrari era o carro mais comum por lá…
Pessoas bonitas também…

Em Miami (cidade) já era algo mais comum, mais “normal”.

E entrar na Victoria’s Secret em época de SALE?! Nossa…
Tudo de mais lindo e cheiroso por preços incríveis!

Muito mais coisas aconteceram por Miami… Tivemos que morar em um hotel porque não achamos com quem dividir um apartamento digno e o hotel tinha banheiro compartilhado, então meu namorado foi surpreendido (haha) e surpreendeu pessoas utilizando o banheiro também…

Eu já era mais esperta, mesmo quando ia apenas fazer xixi, ligava o chuveiro pra mostrar que tinha gente.
Pegamos uma virose estranha e o meu remédio custou U$ 80,00.
(Sorte que meu pai pode enviar um atestado por email e a farmácia aceitou ele impresso)

Um fantasma tentou abrir a janela do banheiro enquanto eu tomava banho por duas vezes.
Sim, só podia ser um fantasma já que só seria possível tentar abrir a janela se a pessoa voasse…
(Essas noites foram tensas. Muito.)

Tivemos dias em que optamos por comer “miojo” feito no fogãozinho que compramos pra usar no quarto e dia em que pudemos esbanjar no outlet…

A nossa realidade lá não era de mero turista que pode sair torrando dinheiro porque vai ficar só uma semana.
Nós ficamos 3 meses e tínhamos que lidar direito com nosso dinheiro.
Por esse motivo não fizemos muitos passeios que gostaríamos e nem tantas compras quanto queríamos.

Mas se eu faria tudo de volta?!

É ÓBVIO QUE SIM!

Faria, quero e preciso.

Isso foi uma experiência de vida ÚNICA da qual eu não quero me esquecer.

Tags: intercâmbio, miami, south beach, work experience,
Siga-me nas redes sociais!
Você vai Gostar de ver:
Comentários do Post

45 Comentários para “Vida Louca em Miami | Work Experience”

  1. Muito legal tudo que aconteceu, mas… quem era essa pesssoa??? Quase não reconheci, achei que o blog agora tinha uma coladoradora :O hahahahha

    1. hahaha eu já fui ruiva, morena, de franjinha, franjão…

    2. Hahahahaha. Camaleoa! Você fica linda loira, parece até que nasceu assim! Muito sucesso, Jessica. Apesar de não comentar muito, seu blog é um dos que mais gosto e acompanho SEMPRE!

  2. Angélica disse:

    Li tudinhooo e ameiii … dá até vontade de fazer essas ‘loucuras’, rrsrsrs.
    Muito legal

    1. Às vezes é legal sair da nossa rotina, né?!
      Mas outras vezes também, basta a gente parar pra lembrar das coisas e percebemos como já “vivemos”…

  3. Adorei todas essa historia, nos inspira a viver grandes sonhos tbm! Lindo o seu amor com seu namorado! Vcs são lindos! Adoro suas dicas e as receitas dele! Beijão

    1. Oii, fico feliz que acompanhe o blog e nosso canal!
      Sim, viver sonhos é muitoo bom!
      Bjoss

  4. Talyta disse:

    Nossa Jessica, adorei o post, tenho super vontade de fazer Intercâmbio, mas confesso meu inglês é péssimo :( hahahaha
    Super beijo, teu blog tá lindo ^-^

    1. Oii Talyta, vc já pensou em fazer um intercâmbio de inglês?
      Pode ajudar!
      Obrigada pelo coment!
      Bjs

  5. Ju khenberly disse:

    LINDA VC TEM MUITA HISTÓRIA BOA
    AMEIIIIIIII SABER TUDO ISSO
    AH E VC TA LINDA LOIRA AGORA MUITO MAIS LINDA BEZOS

    1. Oii, obrigada pelo coment!!
      :)
      Bjs

  6. Roberta disse:

    Adorei sua aventura!!!
    Vou morar um ano na holanda, estudando e trabalhandoo!!! nao vejo a hora de ir!!!
    Meu ingles tb nao eh dos melhores… mas acho q 1 ano aprendo hehehheh
    bjoss adoro seu blog!

    1. Sério? Que legal!
      Eu tenho uma amiga que morou um ano fora estudando e ela gostou muito!
      Com certeza, em um ano vc vai voltar afiada!!
      Bjoss

  7. Ai adorei, isso daria um livro! hahahaha
    Meu inglês é super básico, mas eu queria fazer algo assim como você fez, achei demais a experiência!
    http://theclassicblack.blogspot.com.br/

    1. Haha é muito legal!
      Se algum dia você puder, vá!
      Bjs

  8. Muito legal sua experiência!
    Passei apenas alguns dias em Miami, apesar dos apertos, vale muito a pena.

    Beijos :*

  9. catia campos disse:

    Adorei a historia.. eu tb ja estive em south beach.. :)) Vc fica linda morena e loira tb.. :)

    Beijos

    http://www.produtostopdegama.com

  10. Haifa disse:

    Coincidentemente estava falando com minha amiga sobre Miami e ela tambem foi fazer um intercambio la e me disse que Miami é bem assim! Não sou nem um poquinho vida loka, mas muito legal ver as experiencias dos outros no mundo a fora, hehe da pra aproveitar mil promoções mas tem que ficar de olho no money quando viajamos por muito tempo! Mulher bonita solteira faz a festa la pelo jeito, hehe

    1. É mesmo? Legal!
      Nossa, faz a festa mesmo!!
      Em South Beach ainda, tem muita balada! hehe
      Bjs

  11. Verônica C. disse:

    Oi lindonaa!
    Adorei, e parabens pela coragem, isso é viver!! rsrs

    E te perguntar, vc postou uns videos de homem na cozinha, por acaso é o seu namorado que gravou? ADOREIIIIIIIIIIIII!!!

    Beijao e felicidades!!

    1. Oii, é meu namorado sim! haha
      Inventou que tbm quer fazer vídeos! kk
      Que bom que gostou!
      ;)
      Bjs

  12. Aiana Romano disse:

    Oi, Jéssica!
    Estou conhecendo seu blog hoje pela primeira vez e já posso dizer, só de ler esse primeiro post, que estou adorando! Adorei seu jeito de escrever, seu jeito simpático de contar história e aposto que vou continuar aparecendo por aqui.
    Beijos!

    1. Oii, fico feliz que tenha gostado!
      Volte sempre sim… :)
      Bjs

  13. Que loucura, Je! Experiencias como essa não podem ser esquecidas mesmo! Adoro esse tipo de post! Faça sempre que puder! Bjss

    pordetrasdoespelho.blogspot.com.br

    1. Oii Fer, fico feliz que gostem desse tipo de post, quem sabe eu faça mais! ;)
      Bjoss

  14. Amo seu blog,sucesso sempre!

  15. Unknown disse:

    Seu blog é maravilhoso, parabéns! Tenho muita vontade de fazer intercambio também, com qual agência você fez o seu??

    1. Obrigada!! Eu fiz com a Intercultural…
      Bjs

  16. Tainara disse:

    Seu blog é maravilhoso, parabéns! Tenho muita vontade de fazer intercâmbio também, com qual agência você fez conseguiu o seu??

    1. Obrigada!!
      Eu fiz com a Intercultural..
      Bjs

  17. Anonymous disse:

    Jéessica amo teeus post’s , é muuito legaal , e adooro as receitas delee , estão de parabéns DIVA

  18. Gostei muito que você relatou isso.. até mesmo para tirar algumas duvidas de pessoas q tem o mesmo interesse!
    Gostei muito do seu blog, já assisti os seus vídeos a algum tempo..
    Resolvi entrar nesse mundo tbém, conheça o meu blog, ah só te uma semana que comecei!! http://clarissadourados2.wordpress.com/
    Tô te seguindo aqui se gosta e segui lá também !
    bjox

  19. Michelle O.C disse:

    Nossa já vivi algo parecido, mas em Portugal, morar em outro país é sempre cheio de historias para contar. Lembranças para sempre, adorei e mesmo olhando de pertinho não consigo reconhece-la morena, pra mim vc nasceu loira rs.. Um beijo pra vc e seu noivo que tb acompanho todas as receitas ^-^

  20. OIe….adorei o blog….e estou indo para os USA tbm…..gostaria de mais informações de como conseguir esses [email protected]

  21. Amanda disse:

    quanta coisa heim ? hahaha , mas o que importa msm é a esperiencia que vc e seu namorado pasaram devem ter servido como lição de vida !!!
    Bjss ti adoroo msm te conheçendo faz 1 horinha..k

  22. PARABENS PELO BLOG! ADOREI SUAS NAIL ART! JÁ ESTOU TE SEGUINDO… SE PUDER RETRIBUIR, FICAREI MUITO GRATA!

    http://www.lupapodemulher.com.br
    http://www.lupapodeblog.com.br

  23. Laís Cecilio disse:

    Nossa Jéssica, nunca me identifiquei tanto com um post do que com esse seu! Eu voltei de Miami tem algumas semanas, passei 2 meses lá (dezembro e janeiro) com uma amiga, sozinhas e nós temos 17 anos, então tivemos que nos virar do jeito que dava….e Miami é REALMENTE do jeito que você descreveu! haha A parte dos Ônibus então, era realmente tenso pegar , só “gueto” pegava Ônibus e se você estivesse mais arrumadinha todos já te olhavam torto rs E os mendiogos que brigam sozinhos nas ruas…. eles são centenas!! eu morria de medo…. passei algumas poucas e boas mas no final foi bom, eu sendo tão jovem passar esse tempo tendo que me virar sozinha! Adorei o post, me identifiquei bastante! Beijos, você é uma linda! hehe

  24. OMG’ Jeh você morena,que liinda

  25. Andressa Gomes disse:

    Jéssica tudo bem? eu gostaria de saber como conseguiu trabalhos lá, em qual site? Qual empresa? etc..

  26. Gabe disse:

    Jessica tem alguma ideia de quanto ficou o intercambio no total?

  27. Martha disse:

    Adorei Jessica! Sempre assisto seus videos enquanto estou correndo na esteira (salvo tudo no celular) e entro no blog mas nunca tinha visto a parte de viagens e adorei este post! Eu moro nos Estados Unidos, em Nova York e desde que me mudei pra ca levo essa vida loka, que sim, vindo d eonde viemos, sempre parece loucura, mas aqui a sensacao de que ” agente pode” fazer essas loucuras nao tem preco, ne? Adoro Miami e adorei saber mais sobre seu intercambio la :)
    Beijo e quando voltar a NY vou adorar te conehcer! Tenho um blog sobre minha vida aqui, enfim :) beijao e continue fazendo videos, minhas horas na academia passam rapidinho com suas dicas!

  28. Jéssica Dal Bem disse:

    Uma aventura e tanto! Adorei estou pensando em fazer um intercâmbio com destino para Miami, nunca viajei para o exterior, gostaria de algumas dicas como: que agencia escolher?Estou pesquisando preços os 2 orçamentos que recebi a diferença de preço é de aproximadamente R$2.000,00!Eu adoraria se você fizesse um video dando dicas para pessoal como eu, que nunca saiu do Brasil e está pensando em viajar.
    Beijos te adoro linda! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre
Jessica Belcost
Último Vídeo

@Jessicabelcost

Publicidade

vitaclin banner

Caixa Postal
Número: 21 512
CEP: 80420982
CURITIBA-PR

LINK O KEEP CALM EM SEU SITE

Youtube Facebook Pinterest Instagram Vlog 
PARA UTILIZAÇÃO DA IMAGEM, DÚVIDAS OU APONTAMENTOS ENTRE EM CONTATO CONOSCO ATRAVÉS DO E-MAIL [email protected] © 2014 - Todos os direitos reservados - KEEP CALM AND DIY